.
.
“Por fim, meu Imaculado Coração triunfará!”

Falha na estrutura do argumento de Santo Anselmo

.
O conhecimento intuitivo existe e sempre foi objeto da reflexão teológica ou filosófica (vide, por exemplo, a prova da existência de Deus de Santo Anselmo.

Embora, diga-se de passagem, a prova da existência de Deus de Santo Anselmo tenha sido devidamente refutada por Santo Tomás e outros pensadores, como Kant. O nosso pensamento não cria a realidade, e não é porque pensamos num ser perfeito, que ele tem necessariamente que existir. A inteligência humana não pode ascender naturalmente à essência de Deus, logo, qualquer ideia que tenhamos de um ser perfeito não pode provir senão da analogia das criaturas. Acreditar, portanto, que, pensar num ser perfeito é concebê-lo como existente é pura ingenuidade.

Karl Marx, um vagabundo sustentado por um burguês


Marx era cientista onde? Era cátedra de que Universidade ou Instituto? Ficava horas lendo e inebriando em obras de pensadores que foram mais prolíficos que ele na publicação de obras, mas, ainda assim, trabalhavam e lecionavam.

É uma tragicomédia querer justificar a vagabundagem de alguém com delírios sem sentido.

Marx largava a família em casa, passando fome (claro, depois de detonar toda a herança do pai e da esposa) para ficar lendo livros, o que supostamente o credenciaria por cientista. Horas e mais horas lendo livros e não conseguiu produzir uma única patente, apenas plagiador de obras alheias, seus escritos são uma colcha de retalhos montadas às custas das deturpações de elucubrações alheias.

Sexo sem casamento


A doutrina católica é, de longe, a doutrina mais apoiada no crivo da razão, pois que recorre à Lei Natural. Razão pressupõe analisar o estado objetivo de um ato, imutável, independente da consciência de quem o pratica. Claro que as intenções e circunstâncias geram atenuantes ou agravantes, mas a matéria em si é o cerne para se avaliar moralmente um ato. Para ser um bom católico, é preciso ser muito amigo da... razão! 
.
Não faz sentido comprar um carro sem antes ter carteira de motorista. Não se compra uma casa com três quartos para se morar sozinho. Não se compram livros de Cálculo Diferencial sem que antes sequer se tenha decidido o curso a disputar na faculdade. Ora, se se deixar claro (e não é difícil) que o ato conjugal tem como uma das finalidades diretas a procriação, há de se concordar que o momento apropriado para que um filho venha ao mundo é quando o núcleo essencial da família -- marido e esposa -- esteja devidamente constituído. Isso significa, entre outras coisas, o acordo jurídico conhecido como casamento civil, e, por tabela, o matrimônio sacramental. 

Contextualidade dos irmãos de Jesus na Bíblia


Em vários debates sobre a natureza dos irmãos de Jesus, as opções das discussões são:

a) Irmãos sanguíneos e filhos de Maria e José;

b) Irmãos por parte de pai, no caso José;

c) Os irmãos na verdade eram primos, os escritores usaram de semitismo linguístico.

Usando as escrituras em grego alguns descartam a opção dos irmãos como primos (na septuagésima já se usava anepsios para denotar os primos), e a maioria dos críticos sérios acolhe a ideia de que eram irmãos por parte de pai.

Por uma serie de motivos entre eles:

 

©2009 Tradição em foco com Roma | "A verdade é definida como a conformidade da coisa com a inteligência" Doctor Angelicus Tomás de Aquino