.

São Domingos de Silos


A influência das ordens religiosas na formação da sociedade européia na Idade Média é fato reconhecido pela História. Era uma época onde a força e os valores militares de um homem, não raro, se destacavam ante todos os outros. Não é difícil imaginar então o quanto os monastérios constituíam verdadeiros oásis de paz enquanto seus monges trabalhavam em prol da cultura, da liberdade e do direito. Um dos grandes defensores do trabalho monástico foi o religioso Domingos de Silos.
.
Nascido no ano 1000, em Navarra na Espanha, numa família pobre e cristã. Trabalhou desde criança como pastor de ovelhas. Consta que já nesta época demonstrava seu altruísmo oferecendo leite de ovelha para alimentar os viajantes paupérrimos. Apreciava muito os estudos, motivo que levou seus pais a entregá-lo ao padre da paróquia onde moravam, pois este criara uma escola ao lado da igreja.
.
Por conta de seu brilhante desempenho no campo da erudição, o padre quis ordená-lo sacerdote. Todavia, antes disso, Domingos optou por experimentar a vida de eremita para depois, enfim, ingressar num convento beneditino, onde descobriria sua verdadeira vocação, tornando-se exemplo para os demais monges. Ao completar trinta anos, foi incumbido de restaurar o Mosteiro de Santa Maria que encontrava-se fechado havia muito tempo. Para tanto tornou-se esmoleiro, trabalhou como operário fazendo diversas atividades para obter recursos e poder recepcionar os candidatos à vida monástica. Para sua agradável surpresa, viu que, entre os aspirantes ao monastério, estavam seu próprio pai e alguns parentes.
.
Concluída essa obra, foi convidado a ser o abade do Mosteiro de São William de la Cogola. Entretanto teve de buscar refúgio em Castela por conta da perseguição movida pelo príncipe de Navarra, a intenção do nobre era apossar-se dos bens do convento. Em Castela recebeu com entusiasmo a missão de reavivar o Mosteiro de São Sebastião de Silos, em Burgos, que estava em decadência. Findou sendo abade do mosteiro por mais de trinta anos, sendo considerado seu novo fundador. Graças a sua fé e ao seu trabalho, o convento tornou-se um centro de cultura e cenáculo de evangelização.
.
No fim da vida, recebeu o epíteto de *Apóstolo de Castela*. Previu a data da própria morte, que ocorreu em 20 de dezembro de 1073. Após sua morte, o abade teve seu nome impresso, na história da Espanha, ao lado do *el Cid Campeador*, herói da liberdade espanhola frente aos invasores muçulmanos.
.
PARA CITAR ESTE ARTIGO:


São Domingos de Silos

Francisco de Assis Surubim 12/2010 Tradição em Foco com Roma.



CRÍTICAS E CORREÇÕES SÃO BEM-VINDAS: 

david@ocatequista.com.br

 

©2009 Tradição em foco com Roma | "A verdade é definida como a conformidade da coisa com a inteligência" Doctor Angelicus Tomás de Aquino