.

O Ano Litúrgico

O Ano Litúrgico é o "calendário religioso". Por ele, o povo cristão revive anualmente todo o Mistério da Salvação centrado na Pessoa de Jesus, o Messias. O Ano Litúrgico contém as datas dos acontecimentos da História da Salvação; contudo, não coincide com o ano civil, que começa no dia primeiro de janeiro e termina no dia 31 de dezembro. O Ano Liturgico, por sua vez, começa com o Primeiro Domingo do Advento e termina na última semana do Tempo Comum, onde se celebra a solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo, Rei do Universo ( Cristo Rei). Em outras palavras, ele começa e termina quatro semanas antes do Natal, cumprindo sempre três ciclos: A, B,e C. No Ano (ou ciclo) A, predomina a leitura do Evangelho de São Mateus; no Ano (ou ciclo) B, predomina a leitura do Evangelho de São Marcos e no Ano(ou ciclo) C, predomina a leitura do Evangelho de São Lucas. O Ano Litúrgico é composto de diversos "tempos litúrgicos" e sua estrutura é a seguinte:

  • Tempo do Advento

  • Tempo do Natal

  • Tempo Comum ( Primeira parte )

  • Tempo da Quaresma

  • Tríduo Pascal

  • Tempo Pascal

  • Tempo Comum

Tempo do Advento

  • Inicio: Primeiro Domingo do Avento

  • Término: 24 de dezembro, à tarde.

  • Esse tempo é dividido em duas partes: do início até o dia 16 de dezembro, a Igreja se volta para a segunda vinda do Salvador, que vai acontecer no fim dos tempos. A partir do dia 17 até o final, a Igreja se volta para a primeira vinda do Salvador, que se encarnou no ventre de Maria e nasceu na pobre gruta de Belém.

  • Duração do tempo: quatro semanas

  • Espiritualidade: esperança

  • Ensinamento: anúncio da vinda do Messias

  • Cor: Roxa

  • O terceiro Domingo é chamado Domingo "Gaudete", ou seja, Domingo da alegria. Essa alegria é por causa do Natal que se aproxima. Nesse dia, pode-se usar cor-de-rosa. É uma cor mais suave.

  • Personagens bíblicos mais lembrados nesse tempo: Isaías, João Batista e Maria.

  • O Símbolo mais comum desse Tempo é a Coroa do Advento, com quatro velas a serem acesas a cada Domingo.

  • Outras anotações: usa-se instrumentos musicais e ornamenta-se o altar com flores; porém, com moderação. A recitação do Hino de Louvor ( "Glória a Deus nas alturas") é omitida.

Tempo de Natal

  • Início: 25 de dezembro

  • Toda semana seguinte a esse dia é chamada Oitava de Páscoa. São dias tão solenes quanto o dia 25.

  • No primeiro Domingo após o dia 25 de dezembro, celebra-se a Festa da Sagrada Família; porém, quando o Natal do Senhor ocorrer no Domingo, a Festa da Sagrada Família se celebra no dia 30 de dezembro.

  • No dia 01 de Janeiro, celebra-se a Solenidade da Santa Maria, Mãe de Deus.

  • No segundo domingo depois do Natal (entre 2 e 8 de janeiro), celebra-se a Solenidade da Epifania do Senhor.

  • No domingo seguinte à Epifania ocorre a Festa do Batismo do Senhor (se a Epifania ocrorrer no Domingo 7 ou 8 janeiro, é celebrada na segunda-feira seguinte).

  • O Tempo do Natal termina com a Festa do Batismo do Senhor.

  • Cor: Branco

  • Espiritualidade: Fé, alegria, acolhimento

  • Ensinamento: O Filho de Deus se fez Homem

  • Símbolos: presépio; luzes

Tempo Comum (Primeira Parte)

  • Início: primeiro dia logo após a Festa do Batismo do Senhor

  • O Tempo Comum é interrompido pela Quaresma. Com isso, essa primeira parte vai até a Terça-feira de Carnaval, pois na Quarta-feira de Cinzas já começa o Tempo da Quaresma.

  • Cor: Verde

  • Espiritualidade do Tempo Comum: Escuta da Palavra de Deus.

  • Ensinamento: Anúncio do Reino de Deus

Tempo da Quaresma

  • Início : Quarta-feira de Cinzas

  • Término: Quinta-feira Santa de manhã

  • Espiritualidade: Penitência e conversão

  • Ensinamento: A Misericórdia de Deus

  • Cor: Roxa

  • O quarto Domingo é chamado "Laetare", ou seja, Domingo da Alegria. Semelhante ao terceiro Domingo do Advento, o quarto da Quaresma também é caracterizado pela alegria da Páscoa que se aproxima. Nesse dia, também pode-se usar paramento cor-de-rosa, que é uma cor mais suave.

  • O sexto Domingo da Quaresma é Domingo de Ramos na Paixão do Senhor. Nesse dia, a cor Vermelha. Também nesse dia, inicia-se a Semana Santa.

  • Observações para o Tempo da Quaresma: excetuando o Domingo "Laetare" ( Alegria), não se ornamenta o altar com flores e o toque de instrumentos musicais é só para sustentar o canto. Durante todo o Tempo, omite-se o Aleluia, bem como também o Hino de Louvor.

Triduo Pascal

  • Terminado a Quaresma na Quinta-feira Santa de manhã, a partir da tarde desse dia, começa o Tríduo Pascal: Quinta-feira Santa; Sexta-feira Santa e Sábado Santo.

  • Na Quinta-feira, à tarde, celebra-se a Missa da Ceia do Senhor e Lava-pés. A cor do paramento é Branca. Trata-se de uma Missa solene e deve-se ornamentar o altar com flores. Ao final da Celebração é feito o translado do Santíssimo Sacramento.

  • Na Sexta-feira Santa, celebra-se a Ação Litúrgica da Paixão e Morte de Nosso Senhor Jesus Cristo. Essa celebração não é Missa. A cor é vermelha.

  • No Sábado Santo, à noite, celebra-se a Vigília Pascal, mãe de todas as vigílias.

Tempo Pascal

  • Início: Primeiro Domingo da Páscoa

  • Toda a semana seguinte a esse dia é chamada Oitava de Páscoa. São dias tão solenes quanto àquele primeiro Domingo.

  • No sétimo Domingo da Páscoa, celebra-se a Solenidade da Ascensão do Senhor.

  • O Tempo Pascal termina com a Solenidade de Pentecostes

  • Espiritualidade do Tempo Pascal: Alegria em Cristo Ressuscitado.

  • Ensinamento: Ressurreição e vida.

  • Cor: Branca

Tempo Comum (Segunda Parte)

  • O Tempo Comum que havia sido interrompido pela Quaresma, reinicia na Segunda-feira após a solenidade de Pentecostes. No Domingo seguinte, celebra-se a Solenidade da Santíssima Trindade. Nesse dia, a cor é Branca.

  • Na Quinta-feira após o Domingo da Santíssima Trindade, celebra-se a Solenidade do Corpo e Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo ( "Corpus Christi").

  • A duração do Tempo Comum, contanto desde a primeira parte, é de 34 semanas. Na 34a semana, mais especificamente na véspera do Primeiro Domingo do Tempo do Advento, termina o Tempo Comum e, consequentemente termina aquele Ano Litúrgico, devendo, portanto, iniciar o outro como primeiro Domingo do Tempo do Advento.

  • O Tempo Comum também é chamado "Tempo Durante o Ano".

AO REI DOS SÉCULOS

IMORTAL E INVISÍVEL

HONRA E GLÓRIA

PELOS SÉCULOS DOS SÉCULOS

AMÉM.

Referência Bibliográfica

Adam, Adolf, O Ano Litúrgico, São Paulo, Paulinas 1982

Fonte: http://www.jesusbompastor.org.br/

 

©2009 Tradição em foco com Roma | "A verdade é definida como a conformidade da coisa com a inteligência" Doctor Angelicus Tomás de Aquino