.

A Suma Teológica de Santo Tomas de Aquino em forma de Catecismo (1ª Parte, Tópico 16)

“A Suma Teológica de Santo Tomas de Aquino em forma de Catecismo” do Pe. Tomas Pégues, O. P., é uma excelente obra para aqueles que desejam iniciar o estudo da Obra Magna de Santo Tomás. Um tanto raro aqui no Brasil, haja vista que sua última edição em português data do início da década de 40, este livro é formulado como todos os catecismos tradicionais em perguntas e respostas e é de agradável leitura.


PRIMEIRA PARTE: DE DEUS, SER SOBERANO E SENHOR DE TODAS AS COISAS

XVI. DAS FACULDADES AFETIVAS: O LIVRE ARBÍTRIO
 

Há no homem faculdades distintas das cognoscitivas?


Sim, as afetivas.



O que entendeis por faculdades afetivas?


É o poder que o homem tem de propender para aquilo que as faculdades cognoscitivas lhe apresentam como bom, e de fugir do que como mau lhe põem diante dos olhos.



Quantas classes de faculdades afetivas há no homem?


Duas, correspondentes às duas espécies de conhecimento que estudamos.



Que nome recebe a primeira?


Apetite sensitivo (LXXXI).



E a segunda?


Chama-se “vontade” (LXXXII).



A vontade recebe também o nome de apetite?


Sim, porém em sentido mais nobre e espiritual.



Qual das duas faculdades é mais perfeita?


A vontade.



Se o homem possui livre arbítrio é devido à vontade?


Sim, porque sendo o bem em geral (bonum commune) o único que a vontade ama necessariamente, solicitada por bens particulares permanece senhora de seus atos, podendo por consequência, inclinar-se a querer ou a não querer (LXXXVIII).



A liberdade humana reside exclusivamente na vontade?


Não; na vontade unida à inteligência.



O homem dotado de livre arbítrio, em virtude da inteligência e da vontade, é rei da criação neste mundo corpóreo?


Sim, porque os outros seres materiais são inferiores a ele, por natureza, e todos foram criados para que o servissem na peregrinação que há de empreender, até que volte ao seio de Deus, de cujas mãos saiu.

 

©2009 Tradição em foco com Roma | "A verdade é definida como a conformidade da coisa com a inteligência" Doctor Angelicus Tomás de Aquino