.

Nazismo foi de direita?

Mediante o fato do comunismo sanguinário de Stálin ter sido igual ao nazismo de Hitler, os esquerdistas usam como contra-argumento que o Nazismo foi de direita. Foi mesmo?

O nazismo sempre cresceu justamente no meio operário, mas revestido de uma capa de grande doutrina filosófica. Entretanto, nunca foi um movimento de direita, de elites. De conservador, o nazismo não tem nada.

Todo movimento socialista que, em dado momento histórico, abrir luta fratricida contra outras correntes da mesma praga passa a ser "de direita".

Em verdade, a questão é tão simples que dispensaria, inclusive, a investigação genealógica (donde veio o ideário nazista e os atores do Partido dos Trabalhadores Alemães) e geopolítica (como se portou no cenário de então, quais suas medidas para obter e manter o poder), se não abrirmos mão de um questionamento prévio: o nacional-socialismo era antiliberal e anticonservador. Por que diabos estaria no pólo dedicado ao revezamento desses dois matizes?

Insistindo, porém, em desvelar a genealogia e as políticas do nazismo, não se consegue separá-lo, sem malabarismos, dos feitos socialistas ao leste. Mesmo a retórica empregada era idêntica, e a parceria internacional o reforça.

Assim sendo, por que o senso comum tomou o nazismo como o extremo do liberal-conservadorismo? Pela competência da propaganda soviética, cujo giro de 180 graus em sua relação com a Alemanha em fins de guerra foi legitimamente "obâmico". Os grupos que cantavam o nazismo como o "melhor amigo anti-ocidental" passaram a denunciar nele um instrumento de manutenção da burguesia reacionária - e os livros de História nunca mais seriam os mesmos...

A favor da propaganda, o alinhamento pró-nazi de certa classe média não-socialista e de lideranças ocidentais as quais, por longa data, confiaram à "terceira via" a contenção da expansão comunista internacional. Uma estratégia estúpida, como se viu. Quem admite "um pouco" de totalitarismo deve estar ciente de acatá-lo por inteiro.

Nazismo é um tipo de fascismo, os dois sao S.O.C.I.A.L.I.S.T.A.S, única diferença e que fascismo/nazismo, são nacionalistas. Portanto de extrema esquerda. Nada mais do que isto, não é dificel de entender. O progressivismo é derivado do fascismo, ou seja um fascismo ala americana, e o progressivismo e de extrema esquerda também.

O nazismo parece inclassificável, mas na dicotomia esquerda-direita ele é muito mais esquerdista do que direitista. Diria que ele é até totalmente extrema-esquerda.

Sobre seu caráter revolucionário existe um mito de que o nazismo é extrema direita porque ele quer conservar o passado, as raízes, a nação, raça, etc. Isso é uma tremenda bobagem. O nazismo se baseia um passado pagão utópico, uma espécie de "paraíso perdido" que tem de ser resgatado no futuro. Ou seja: é a transposição histórica do passado para o futuro. Isso não é uma volta ao passado, mas a reacriação integral da sociedade no futuro segundo o utopia perdida no passado. É revolução pura!

O único aspecto direitista do nazismo é seu apelo nacional e supostamente cultural. Mas volto a dizer: é a cultura pagã, pré-cristã e, claro, anti-cristã. A recriação dessa cultura só é possível através da demolição da tradição vigente. Mesmo esse aspecto falsamente conservador do nazismo é puramente revolucionário: é necessário demolir uma cultura para criar outra. É a tentativa de remodelar a Alemanha, Europa e mundo segundo o "paraíso perdido" da "raça ariana" sobre os escombros do cristianismo.

Nem falo de sua política econômica. E a aliança com os ricos e alguns conservadores ocorreu da ilusão desses grupos de controlar os nazistas e participar do poder junto com eles. Depois que viram na merda que haviam se metido, os que tentaram sair foram mortos e o resto ficou amarrado aos nazistas.

Soma-se isso ao fanatismo de seus líderes, a loucura pessoal dos mesmos e uma força militar descomunal para remodelar a Terra segundo essas ideias intrinsicamente falsas e absurdas, totalmente desconexas com a realidade, e aí se vê a merda que dá.

"Não é a Alemanha que será bolchevisada, é o bolchevismo que se tornará uma espécie de nacional socialismo. Aliás, existem entre nós e os bolchevistas mais pontos comuns do que há divergências, e, antes de tudo,o verdadeiro espírito revolucionário, que se encontra na Rússia como entre nós, por toda a parte onde os marxistas judeus não controlam o jogo. Eu sempre levei em conta esta verdade e é por isso que eu dei ordem de aceitar imediatamente no partido todos os ex comunistas" (Adolph Hitler, apud Hermann Rauschning, Hitler m´a dit, Coopération, Paris 1939, p. 153. Rauschning foi Governador Nazista de Dantzig, e muito próximo de Hitler).

"A Alemanha e a Rússia se completam de maneira maravilhosa. Elas são feitas verdadeiramente uma para a outra" (Adolph Hitler, apud Hermann Rauschning, Hitler m´a dit, Coopération, Paris 1939, p, 154).

"Os ensinamentos da revolução, eis todo o segredo da nova estratégia. Eu os aprendi dos bolchevistas e não tenho vergonha de dizer isso" (Adoph Hitler, apud Hermann Rauschning, Hitler m´a dit, Coopération, Paris 1939, p. 26).

"É por isto que lhes digo que o Nacional Socialismo é um socialismo em devir, que não se completa nunca, porque seu ideal se desloca sempre" (Adolfo Hitler, apud Hermann Rauschning, Hitler m´a dit, Coopération, Paris 1939, pp. 214).

"Meu socialismo é outra coisa que o marxismo. Meu socialismo não é a luta de classes, mas a ordem (...) Eu vos peço que leveis convosco a convicção que o socialismo, tal qual nos o compreendemos, visa não à felicidade dos indivíduos, mas sim a grandeza e o futuro da nação inteira. É um socialismo heróico. É o laço de uma fraternidade de armas que não enriquece ninguém e põe tudo em comum" (Adoph Hitler, apud Hermann Rauschning, Hitler m´a dit, Coopération, Paris 1939, p. 201).”

"Eu aprendi muito do marxismo, e eu não sonho esconder isso. (...) O que me interessou e me instruiu nos marxistas foram os seus métodos (...) Todo o Nacional Socialismo está contido lá dentro (...) O nacional socialismo é aquilo que o marxismo poderia ter sido se ele fosse libertado dos entraves estúpidos e artificiais de uma pretensa ordem democrática" (Adolfo Hitler, apud Hermann Rauschning, Hitler m´a dit, Coopération, Paris 1939, pp.211- 212).

"Eu não sou apenas o vencedor do marxismo. Se se despoja essa doutrina de seu dogmatismo judeu-talmúdico, para guardar dela apenas o seu objetivo final, aquilo que ela contém de vistas corretas e justas, eu sou o realizador do marxismo" (Adolfo Hitler, apud Hermann Rauschning, Hitler m´a dit, Coopération, Paris 1939, pp. 211).

O que CARACTERIZA as ideologias analisadas - a AMBAS - e um conjunto de fundamentos que ambas COMPARTILHAM. O PRIMEIRO, o mais ESSENCIAL desses fundamentos, e a ideia básica de REFORMAR O MUNDO segundo o mencionado conjunto de princípios.

O nazismo e o comunismo, ambos, tem como objetivo esta reforma, este dominio mundial - portanto, já de cara compartilham um fundamento. O conjunto de principios decorrentes deste fundamento também e compartilhado: ambas as ideologias defendem a restrição de direitos dos cidadãos, a imposição de principios eugênicos e racialistas, a elimininação fisica de oponentes ideologicos, o controle dos bens e dos meios de produção pelo Estado, a censura do pensamento, o fim das liberdades individuais e a prevalência do coletivo sobre o individual.

Todos esses principios, sem exceção de nenhum, sao compartilhados por ambas as ideologias. Considerá-las "opostas" ao invés de idênticas é prova de uma absurda falta de noção, que beira o retardo mental! Atualmente é impossível se encontrar, num meio sério, alguém que não concorde que comunismo e nazismo são ideologias absolutamente gemelares, uma vez que defendem as mesmíssimas coisas! Sempre defenderam!

Se um dia seus partidários brigaram, meus caros, foi da mesma forma que traficantes de facções diferentes brigam: e nao é pelo fato de brigarem que uma facção é "menos traficante", ou e "diferente" da outra! Só no triste e ignorante Brasil ainda existe quem pense que, como comunas e nazis já ficaram em lados opostos em guerras "então ambas as coisas são opostas": o Comando Vermelho e o Terceiro Comando do tráfico carioca também se esgudunham entre si e são exatamente a mesma coisa.

Algumas semelhanças básicas entre o Comunismo e o Nazismo:

Primeiro revejam a História... O Fascismo nasceu, basicamente, da concepção de que as DEMOCRACIAS LIBERAIS tinham falido para levar a sociedade a prosperidade, portanto era necessário um regime diferente que alcançasse esse objetivo. O Nazismo (Nacional-SOCIALISMO) ou fascismo alemão foi inspirado nesse movimento que ia contra as democracias liberais (e, no caso da Alemanha e Hitler, os judeus) e doutrinariamente no Comunismo, que foi antecedente ao Fascismo e ia “contra a burguesia”. O Nazismo foi diferente do fascismo italiano, o Nacional-Socialismo foi bastante peculiar e um movimento revolucionário nas suas origens.

Doutrinariamente ambas as ideologias possuíam O MESMO pensamento, a saber: subverter a ordem existente e substituí-la por uma nova ordem mundial utópica. A operacionalidade disso em ambas as ideologias foi praticamente a mesma, Hitler mudou, essencialmente, luta de classes por luta de raças. O Diego colocou citações de Hitler afirmando que ele se inspirou no marxismo para ajudar no embasamento disso. O que se vê é uma grande quantidade de pontos comuns entre o comunismo e o nazismo e nada em relação as democracias liberais e a direita, o único argumento apresentado por vcs aqui foi “Hitler teve o suporte da burguesia alemã”. Isso é o suficiente para afirmar que o Nazismo era um regime doutrinariamente e na prática de “extrema-direita”? NÃO. Tal afirmação não se sustenta por uma avaliação mais rigorosa feita por qualquer um com um pouco de conhecimento maior sobre as ideologias em questão.

Abaixo pontos em comum entre Comunismo e Nazismo para elucidar ainda mais as semelhanças entre os mesmos e o contra-senso que é afirmar que Hitler e o Nazismo eram de “extrema-direita”:

" 1-) Eugenia revolucionária no comunismo / Eugenia racial no Nazismo. Ambos mantiveram campos de concentração (ver item 7 também). Onde se tem eugenia na direita, nas democracias ou doutrina liberal? Em lugar algum;

2-) Totalitarismo com Ditadura do proletariado no comunismo / Totalitarismo com Ditadura racial no Nazismo. A democracia e o Estado de Direito são essenciais e necessários para a direita;

3-) Culto ao líder em ambas as ideologias. Não se tem culto ao líder na direita;

4-) Militarismo em ambas as ideologias. Não se tem militarismo na direita;

5-) Mudança do comportamento moral dentro do comunismo: extinção da religião para instaurar a sacralidade do revolucionário e do não-cristão, instaura-se a normalização do absurdo, do brutal e da sociedade de castas para a exploração do povo em nome do povo. Mudança do comportamento moral no Nazismo: pseudo-moralismo baseado na grandeza da raça ariana contra o resto do mundo, brutalidade e imoralidade em nome da moralidade. Na direita não se prega nada disso e sim a moral cristã;

6-) Repressão da liberdade de expressão em ambas as ideologias. Na direita o livre fluxo de informações é fundamental;

7-) Ambição utópica mundial no comunismo: unir os proletários. Ambição utópica mundial no nazismo: dominação da raça ariana. Esse item se relaciona ao item 1 de eugenia, para alcançar o seu objetivo utópico ambos os regimes necessitam exterminar quem estiver no seu caminho, no caso do comunismo as minorias consideradas inferiores por serem vistas como tecnologicamente menos avançadas, consideradas negativas para o progresso e prejudiciais a causa, qualquer grupo de pessoas que se opunha ao plano de conquista mundial e a burguesia, é claro. Existia um componente racial na Rússia também, Stálin gostava de praticar genocídio contra os Ucranianos, Tártaros, Chechenos (fome, deportação forçada em péssimas condições, fuzilamento, etc.) e outros para tentar substituí-los por russos. Não existe ambição utópica mundial na direita;

8-) Extinção da propriedade privada no comunismo. Intervenção pesada na economia no Nazismo. Na direita se defende o contrário;

9-) Controle total da mídia, educação e leis em ambos os sistemas para impor uma visão de mundo. Na direita e democracias liberais se tem, historicamente, o contrário;

10-) Vejam abaixo alguns pontos do Programa de Governo do Partido Nazista (1920):

A – “Considerando os enormes sacrifícios de vidas e de dinheiro que qualquer guerra exige do povo, o enriquecimento pessoal com a guerra deve ser estigmatizado como um crime contra o povo. Pedimos por isso o confisco de todos os lucros de guerra, sem exceção”;

B – “Pedimos a nacionalização de todas as empresas que atualmente pertencem a trusts”;

C – “Pedimos uma reforma agrária adaptada às nossas necessidades nacionais, a promulgação de uma lei que permite a expropriação, sem indenização, de terrenos para fins de utilidade pública – a supressão de impostos sobre os terrenos e a extinção da especulação fundiária”;

D – “Para levar tudo isso a bom termo, pedimos a criação de um poder central forte, a autoridade absoluta do gabinete político sobre a totalidade do Reich e as suas organizações, a criação de câmaras profissionais e de organismos municipais encarregados da realização dos diferentes Länder, de leis e bases promulgadas pelo Reich”. "
Fonte: http://segundaguerra.org/nazismo-o-programa-do-nsdap.

Não é porque industriais na Alemanha apoiavam Hitler que isso o torna um direitista. Como obtiveram o dinheiro não os torna de direita. Podem ter obtido através de ameaça por exemplo ("me dá o dinheiro ou fecho sua fábrica e mato sua família"). O fato é que não se tem no pensamento da direita a doutrina de Hitler e sua prática e o mesmo sabia que precisava do apoio de diversos setores, afinal um dia teria que dominar o pedaço do mundo em que se situava a URSS. Existem muito mais elementos presentes que nos permitem afirmar que o Nazismo foi de “extrema-esquerda” e não de “extrema-direita”. E notem também que a presença de corporações ocidentais, investimentos estrangeiros e ajuda bancária para a URSS não foi excluída no período anterior a guerra! Capaz de afirmarem agora que a URSS foi uma democracia liberal de direita... Stálin as manteve enquanto achou conveniente para obter prosperidade, depois ou nacionalizou ou fechou tudo, quando já estava em condição de estabelecer os seus Gulags ou campos de trabalho escravo.

O rótulo de extrema-direita permaneceu porque os aliados se viram numa situação sensível no final da Segunda Guerra Mundial: como admitir que lutaram lado a lado com Stálin, Comunista de esquerda, e deixaram seu regime intacto que tudo bem, mas Hitler, Nazista de esquerda, estava errado? O Comunismo permanece como ideologia por não ter sido condenado como o Nazismo, mas o fato é que os dois são uma lástima para a humanidade e trarão, um dia, ainda mais sofrimento para todos nós pelo fato do Comunismo ter feito grandes avanços na guerra cultural dentro da Guerra Fria.

TODOS os principios do nazismo e do comunismo são COMUNS a ambas as ideologias. A diferença entre Hitler e Stalin era só o tamanho do bigode - se alguém quiser considerar isto uma "diferença", que considere. 
 
.
PARA CITAR ESTE ARTIGO:
.


Nazismo foi de direita?  David A. Conceição 08/2011 Tradição em Foco com Roma.






Grupo facebook Tradição- Vaticano II  
http://migre.me/f52mT
.  


CRÍTICAS E CORREÇÕES SÃO BEM-VINDAS: 
. 
tradicaoemfococomroma@hotmail.com

 

©2009 Tradição em foco com Roma | "A verdade é definida como a conformidade da coisa com a inteligência" Doctor Angelicus Tomás de Aquino