.

Quem vai ficar com o "Espírito da FSSPX" ?



Foi noticiado a entrega do documento da reconciliação nas mãos de Dom Fellay e agora devemos estar em oração pelo bispo para ele tome a direção certa. Está mais claro do que água cristalina que ele quer a regularização da SSPX e esse momento será decisivo para o rebanho de Cristo seja reunificado João 10,16.

Assim a Igreja ficará mais forte para o combate do "Espírito do Concílio". Mas existe um outro espírito solto rondando por aí, o "Espírito da FSSPX", que saiu dos muros lefebvristas e ronda as comunidades amigas e os grupelhos de leigos que usa o logotipo Santo Tomás. Até antes se auto-denominavam porta-voz da FSSPX e faziam as mais terríveis declarações e magistérios paralelos para justificar o Estado de Necessidade, mas mediante a regularização canônica da sociedade religiosa fundada por D Lefebvre não haverá mais a FSSPX sedeprivacionsta e neo-sedevacantista da qual os 'amigos' se encostam.

Mas permanecerá o "Espírito da FSSPX" fruto do radicalismo inútil que tende a levar as almas para a perdição, pois se começa com o zelo da doutrina de sempre e acabam vivendo um catolicismo de ficção permanecendo em casa sem Missa nem sacramentos.

A filha de Monsenhor Lefebvre será considerada sua traidora, e caberá às comunidades amiguinhas e os grupelhos de leigos a darem continuidade na missão de salvar a Igreja do modernismo.

Só que aí há algo interessante de se mencionar, SEM BISPOS, como as comunidades amiguinhas e os grupelhos se manterão de pé? Aonde irão recorrer para crismar seus membros? Como irão suceder os padres mediante a morte? Será que irão convocar bispos cismáticos orientais, vetero-católicos, sedevacantistas, igreja patriota chinesa, etc em nome do Estado de Necessidade?

Isso são cenas dos próximos capítulos, mas é certo que O TEMPO se encarregerá de levá-los á ruína, caso não se convertam e retornem para a Barca de Pedro, que é o pilar certo da Tradição e toda a fé católica e apostólica.

 

©2009 Tradição em foco com Roma | "A verdade é definida como a conformidade da coisa com a inteligência" Doctor Angelicus Tomás de Aquino