.

Canção Nova retira o joio, mas o trigo sai junto.

Alinhar ao centro
Saiu no Folha: Canção Nova tira do ar programas de Chalita e Edinho Silva

Considerações sobre o fato

Após ter início na grade de programação da emissora de TV católica, Canção Nova, em 03 de novembro de 2011, o programa Justiça e Paz, apresentado pelo Deputado Estadual e Presidente do Partido dos Trabalhadores (PT), Edinho Silva, inúmeros protestos surgiram pela internet, principalmente nas rede sociais, e-mails e grupos católicos.


Os protestos visavam a retirada imediata do deputado Edinho Silva de uma TV católica. Católicos de todo Brasil eram contra a presença de um deputado declaradamente anti-cristão, responsável pela apreensão de folhetos da CNBB Sul 1 nas eleições presidenciais de 2010, onde os bispos alertavam aos católicos para não votarem em candidatos abortistas.

Os protestos também tinham como base diversos vídeos, artigos e textos do mesmo deputado sendo favorável ao aborto, ao casamento homossexual, e outras opiniões incompatíveis à fé católica.


A covardia (Arrancando o trigo junto com o joio)


Após as críticas, feitas pelos católicos indignados, inclusive por nomes conhecidos, como Reinaldo Azevedo (1), Olavo de Carvalho, na data de hoje (21 de novembro) a Canção Nova decidiu retirar do ar, não somente o programa do deputado Edinho Silva, mas também
TODOS OS PROGRAMAS APRESENTADOS POR PESSOAS COM LIGAÇÕES POLÍTICAS (2) ...

Além de Edinho Silva e seu companheito Gabriel Chalita (
que goza dos mesmos pensamentos incompatíveis à fé católica) foi retirado do ar também o espaço de Paulo Barbosa, da primeira dama paulista Lu Alckmin e também (pasmem!) da deputada Myriam Rios e do deputado Eros Biondini.

Ou seja, para retirar do ar o hipócrita Edinho Silva e seu companheiro, a Canção Nova também retirou do ar a deputada Myriam Rios que sempre lutou contra o PNHD e a PL 122, sendo sempre crítica e usando da palavra de deputada para dar testemunho da fé, e o deputado Eros Biondini, membro da Frente Parlamentar em Defesa da Vida e Contra o Aborto, tendo inclusive participado ativamente de diversos movimentos e manifestações públicas contra a prática do aborto.


A princípio, obviamente que fiquei feliz com a notícia, mas quando parei pra pensar e analisar mais a fundo, me dei conta de uma coisa: A Canção Nova (sua diretoria), ou não possui o pulso firme necessário para dizer "Edinho, você vai sair porque tem pensamentos contrários à doutrina católica" ou tem o rabo preso e para não provocar petistas e chalitistas, resolveu, além de tirar Chalita e Edinho Silva, tirar também os que são católicos e testemunham sua fé também na política.


Portanto, meus caros amigos católicos, não se alegrem tanto assim com a decisão da diretoria da Canção Nova.


Everton do N. Siqueira

 

©2009 Tradição em foco com Roma | "A verdade é definida como a conformidade da coisa com a inteligência" Doctor Angelicus Tomás de Aquino